Gosto das imperfeições, dos detalhes, do inusitado. Do belo em sua mais pura essência. Beleza não é estar sempre sorrindo, não é aquela foto de capa de revista. A beleza real encontra-se nas ruguinhas que mostram experiência e transparecem a alegria quando o olho se aperta no sorriso. Na lágrima que escorre de emoção. Na boca apertada quando nem o choro, nem o sorriso, nem sequer as palavras conseguem compor todos os sentimentos que se fazem dentro da gente. No cabelo que voa e tampa todo o rosto quando a gente sente o vento passar e no sorriso aberto das gargalhadas. Aquela gordurinha que aparece mostrando que você é real.

Chega de procurar a beleza manufaturada. O romantismo pronto e posicionado, sem real significado. É hora de largar mão da beleza superficial das fotos e buscarmos o algo a mais. Buscarmos a liberdade. Aquilo que vai nos fazer rir e sentir um turbilhão de sentimentos de novo mesmo daqui a trinta anos. O que vai fazer nossos filhos e netos identificarem o que a gente é por inteiro, com sentimentos pra fora da casca.

Liberte-se… E viva o sentimento! 🙂


Associações

 

Fearless-AnaPaulaLobato   Inspiration-Photographers-AnaPaulaLobato    WPS-AnaPaulaLobatoMyWed-AnaPaulaLobato Wedding Photojournalism Association - Ana Paula Lobato


Prêmios

 

Fearless-Collection31 WPJA-2015-Q2-foto

WPSociety_November_2015 Inspiration Awards 9 - 1

Inspiration Awards 9 - 2 WPSociety_September_2015